Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



23
Jan16

esposende

por joão pedro lopes

Nasci na terra do vento,
minha mãe era a nortada,
o meu pai um cata-vento,
meus irmãos, a passarada…

Foi meu lar o vendaval,
feito de noite e saudade,
O meu berço o temporal,
minha sina a liberdade…

Minha riqueza a traineira,
navegando sobre o mar,
sobre a onda traiçoeira,
com medo de naufragar.

Dormi na areia da praia,
a escutar a sereia.
Pus a secar a minha saia
no estendal da Ribeira.

Cresci perdida no tempo,
entre o sol e o luar.
Eu nunca quis casamento,
mas sempre soube noivar.

Nas asas de uma gaivota,
andei suspensa no ar.
A vender peixe na lota
aprendi a apregoar…

A falar tudo me entende,
a contar não tenho idade…
O meu nome é Esposende
da Saúde e Soledade

Maria Helena Amaro
Inédito, agosto, 2009


Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ